Saúde  

Câncer Infantil: diagnóstico precoce é a melhor prevenção

Os sintomas são semelhantes a outros problemas comuns da infância

“Informando para Salvar Vidas” é o slogan da campanha da Campo Real (Foto: Reprodução)

 

O câncer infantil é uma doença que ocorre pela alteração das células no DNA, ainda na fase de crescimento do portador. Por se manifestar de uma forma muito mais rápida que o câncer em adultos, é essencial que se exista um diagnóstico precoce da doença.

Por isso, os acadêmicos do curso de Publicidade e Propaganda, do Centro Universitário Campo Real, estão realizando uma campanha educativa para informar os pais sobre os tipos e sintomas desse tipo de câncer. Apesar de ser uma doença rara que acomete em crianças e adolescentes de 0 a 19 anos, os sintomas são comuns como os de qualquer outra doença.

“O principal objetivo que nos levou à escolha do tema foi perceber que em Guarapuava a causa não é muito debatida. Além disso, não há campanhas que informem os pais sobre a doença que pode atingir qualquer criança”, explica a acadêmica Elaine de Rocco.

Atualmente em Guarapuava, não há nenhuma instituição especializada para realizar o tratamento do câncer infantil. Assim, os pacientes necessitam realizar o tratamento fora da cidade, normalmente em Curitiba, no Hospital Pequeno Príncipe, Hospital das Clínicas ou Hospital Erasto Gaertner.

A campanha teve início nessa quarta-feira (03) e conta com um conjunto de materiais publicitários, principalmente no meio online. A página do Facebook, (www.facebook.com/informandosobrecancerinfantil/) criada para a causa, possui filme publicitário, posts informativos e até um ebook para download. Além disso, há também cartazes distribuídos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). A causa também está presente no rádio com spot e participação especial no dia 06 de outubro no programa Papo Real, do Centro Universitário Campo Real, transmitido pela Rádio Cultura.

“Com o nosso trabalho acadêmico, desejamos ajudar os pais a ficarem atentos aos seus filhos, para que os levem ao médico independente dos sintomas, mesmo sendo uma dor de cabeça, palidez ou febre. O nosso slogan é ‘Informando para Salvar Vidas’ e é por isso que a campanha nasceu, para que possamos ajudar no diagnóstico precoce e aumentar as chances de cura da criança”, comenta a acadêmica Elaine.