LATROCÍNIO  

Arnaldo Flareço, sócio da Flabel, é morto por bandidos

O empresário estava deixando a chácara da empresa na tarde dessa terça (09) quando foi rendido por dois bandidos que anunciaram o roubo e o levaram como refém

O empresário foi baleado e, mesmo chegando com vida ao hospital, não resistiu (Foto: Divulgação)

 

Jonas Laskouski

 

Segundo o relatório de ocorrências do 16º BPM, divulgado na manhã desta quarta-feira (10), pelo setor de Comunicação Social do Batalhão, a polícia foi chamada por volta das 14h de ontem (terça, 09) para atender uma ocorrência de roubo na Estrada do Rocio, no bairro Aeroporto , em Guarapuava.

A vítima, um homem de 64 anos, foi abordado por dois bandidos na saída da chácara da Flabel Construção Civil, uma das empresas mais tradicionais da cidade. Armados, os marginais anunciaram o roubo e renderam o senhor Arnaldo Flareço, um dos sócios da Flabel.

Durante a fuga, os assaltantes balearam a vítima , jogando-o para fora da camionete, uma Fiat Toro que até o momento não foi localizada. Arnaldo ainda conseguiu pedir ajuda para alguns moradores já perto do Aterro Municipal.

O empresário foi levado ainda com vida para o Hospital São Vicente de Paulo, mas em estado grave. O tiro, segundo informações recebidas pelo Extra, pegou primeiro de raspão no braço e acabou perfurando os dois pulmões. Arnaldo Flareço foi operado, mas não resistiu. Ele sofreu duas paradas cardíacas e faleceu por volta das 2h da madrugada.

Seu corpo está sendo liberado neste momento (10h) pelo IML (Instituto Médico-Legal) de Guarapuava. O velório será realizado na Capela Pax Cristo Rei e o sepultamento, às 17h, no Cemitério Municipal.

Até o fechamento desta matéria, ninguém havia sido preso. A Polícia Civil continua em campo, investigando o que consideram latrocínio.