COMPETIÇÃO  

Poker paranaense no topo e Guarapuava na rota do principal evento do Estado

Guarapuava vai receber umas das etapas do circuito, entre os dias 4 e 10 de junho

 

O poker começou a se popularizar no Brasil na década de 1990 e ganhou grandes dimensões no país com a criação do BSOP Brazilian Series Of Poker, em 2006 — o Campeonato Brasileiro de Poker. A partir disto o poker brasileiro tomou novos rumos e hoje é uma das principais forças desse esporte da mente a nível mundial.

Uma das maiores potências brasileiras do poker nacional, o cidadão paranaense tem vários motivos para se orgulhar do ótimo trabalho que vem sendo feito com o esporte das cartas nos últimos anos. Não à toa, o Estado é o atual campeão do Campeonato Brasileiro de Poker por Equipes (CPBE) e superou grandes forças desse esporte no Brasil para triunfar.

Para fechar a temporada de 2018 do poker paranaense com chave de ouro, Leocir Carneiro venceu o BSOP Millions, evento mais importante da América Latina e que encerra a temporada do circuito todos os anos. Por conta do feito, Leocir foi eleito pela crítica como um dos principais destaques de 2018.

Para se ter uma ideia da força do Paraná, segundo o ranking do site especializado PocketFives, o Estado tem 13 competidores entre os 100 melhores do Brasil na modalidade online. São eles: Thiago Crema (11º), Rodrigo Selouan (15º), Guilherme Oliveira (16º), Pedro Garagnani (20º), Taka Tamura (24º), Luan Felipe (25º), Alexandre Mantovani (32º), Alessandro Mocelin (54º), Luan Ferreira Barbosa (65º), Rodrigo Seiji (73º), “Pablos701” (85º), Leocir Carneiro (86º) e Ramon Kropmanns (99º).

 

INTERCÂMBIO

Em um país com mais de 200 milhões de habitantes, 27 Estados e um Distrito Federal, não deixa de ser emblemático o poker paranaense representar mais de 10% no top 100 online brasileiro.

Para chegar ao topo do poker brasileiro foi necessário um forte movimento e união de várias pessoas em prol do esporte no Estado. A começar pelo presidente da Federação Paranaense de Texas Hold’em (FPTH), Geraldo Campelo, que luta muito pela melhora da qualidade do poker disputado internamente no Paraná. A FPTH foi fundada em 2008 e é uma das federações filiadas à Confederação Brasileira de Texas Hold’em (CBTH).

A FPTH foi fundada em 2008 e é uma das federações filiadas à Confederação Brasileira de Texas Hold’em (CBTH).
Foto: Carlos Monti

 

Uma das principais razões pela qual o Estado forma grande competidores é devido a alta qualidade do Campeonato Paranaense de Poker (CPP). Atualmente, o CPP é considerado por muitos especialistas como um dos campeonatos estaduais mais fortes do país.

Em 2019, o calendário do circuito terá cinco etapas em cinco cidades distintas. A primeira etapa do CPP aconteceu em Maringá e terminou na primeira semana de fevereiro. O evento foi um sucesso e iniciou a temporada paranaense com o pé direito.

A próxima etapa do CPP acontecerá em abril, entre dias 6 e 8 de abril, na cidade de Cascavel. Já a terceira etapa do circuito será em Guarapuava, entre os dias 4 e 10 de junho — Londrina (13 a 19 de agosto) e Curitiba (5 a 11 de novembro) completam a lista das sedes do campeonato paranaense.

 

CAMPEÕES GUARAPUAVANOS

Guarapuava é uma das cidades de maior tradição do poker do Estado e diferentes eventos são realizados todos os anos no município. No ano passado, a cidade foi a única a receber mais de uma etapa do CPP 2018 e isso mostra o grande prestígio que ela tem com os organizadores do principal circuito do Paraná.

A principal casa do poker em Guarapuava é o clube K9. De portas abertas há quase uma década e localizado na rua Barão do Rio Branco, o clube é federado pela Federação Paranaense de Texas Hold’em e pela Confederação Brasileira de Texas Hold’em. Além disso, o o K9 promove eventos com grande participação do público feminino, o que é muito importante para o crescimento e desenvolvimento do esporte na região no Estado.

De 12 a 17 de fevereiro, por exemplo, o clube K9 será palco de mais uma etapa da CityCup de Poker. Esse circuito não tem o mesmo alcance do CPP, mas dá oportunidade para muitos iniciantes e ajuda a revelar novos talentos.

Segundo a organização do circuito, qualquer competidor maior de 18 anos está habilitado a se inscrever para todas etapas CityCup em 2019 (serão 20 etapas ao todo), exceto a última, que contará somente com os 27 melhores do ranking para decidir o campeão da atual temporada.

FONTE: Agência de Notícias de Jaraguá do Sul-SC