Esporte  

Athletico é apontado como um dos principais favoritos ao título brasileiro

(Foto: Reprodução)

 

Referência em administração e planejamento, o Athletico Paranaense está traduzindo todo ótimo trabalho realizado na direção para os resultados dentro de campo. Após terminar em sétimo lugar no último Brasileirão, o Furacão tem grandes expectativas na elite do campeonato nacional.

Buscando a melhor colocação no Brasileirão desde 2013, quando ficou com a terceira posição e se classificou para a Libertadores, o Athletico está muito bem avaliado entre os especialistas.

A força do Athletico é traduzida nas excelentes cotações nos sites de apostas  esportivas online e não fica difícil entender o otimismo. A equipe venceu a Copa Sul-Americana do ano passado e, com estrutura de primeira linha, tem elenco de qualidade que pode surpreender positivamente na temporada 2019.

A cotação para o Athletico vencer o Brasileirão está em R$ 13 para 1, o que coloca o time com a quinta maior possibilidade de levantar a taça nacional — atrás apenas de Grêmio, Flamengo, Internacional e Palmeiras, respectivamente.

A tarefa do Furacão não será nada fácil e o time tentará quebrar um grande jejum. A última vez que um time fora do eixo Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo venceu o Brasileirão aconteceu justamente com o Athletico, quando em 2001 a equipe conquistou o seu primeiro e único título da primeira divisão.

O Furacão confia na continuidade do trabalho de Tiago Nunes, que assumiu a equipe após saída de Fernando Diniz logo após a Copa de 2018 e venceu a Copa Sul-Americana. Com apenas 39 anos, o jovem treinador está com a moral alta na equipe.

Na nova temporada, o Athletico está com grana no caixa, os salários em dia e a saúde financeira estável. Todos esses fatores ajudam a aumentar a confiança da equipe para 2019.

Para o elenco que vai disputar o Brasileirão, a diretoria resolveu confiar na manutenção de parte do time que brilhou em 2018 e realizou algumas aquisições pontuais. Entre os reforços, estão o zagueiro Rodrigo Bambu, os volantes Dudu e Léo Cittadini, o meia Alex Nagib e o experiente atacante Marco Rubén — argentino que veio para ocupar a vaga no ataque deixada por Pablo.

Ruben terá responsabilidade grande no ataque do Athletico. O argentino tem muita experiência na carreira e estava desde 2015 no Rosario Central. Emprestado para o Furacão com opção de compra para 2020, o jogador já teve passagens pela Ucrânia, Espanha e outros países.

Com média de aproximadamente um gol a cada dois jogos jogando pelo Rosario Central, Ruben é um atacante rápido, que finaliza bem e tem a capacidade de influenciar com sua boa técnica.

(Foto: Reprodução)

O elenco precisará dar conta do recado no que promete ser uma temporada desgastante e exaustiva. Só em 2019, o Athletico terá o total de seis competições: Campeonato Paranaense, Copa do Brasil, Copa Suruga Bank, Recopa, Copa da Libertadores e Campeonato Brasileiro.

A estratégia mais uma vez de utilizar a equipe B durante o Campeonato Paranaense certamente vai ajudar na rotação do elenco ao longo da temporada, pois isso faz com que os atletas titulares sejam poupados no início do ano e dê mais ritmo de jogo para os reservas. O estadual está com data para terminar em abril, mês em que se inicia a segunda divisão do Paranaense — terá Batel entre os representantes.

A fórmula alternativa funcionou muito bem para o Athletico no ano passado, quando a equipe reserva conquistou o título estadual sob comando de Tiago Nunes — que assumiu o time principal meses após a vitória.

“Tem uma distância grande entre a teoria e a prática. As ações têm que andar de maneira paralela a nossa fala. Eu procuro dar todas as oportunidades possíveis e eles vão se escalando depois. Estamos tendo um tempo longo de preparação. Não vou definir a equipe até a semana da estreia. Sempre falo para darem o melhor, quero ter dor de cabeça’ para escolher”, disse o treinador principal.

Do time campeão da Copa Sul-Americana, poucos jogadores saíram da equipe e a base se manteve para a nova temporada. Com a manutenção do trabalho de Tiago Nunes e a diretoria com o planejamento adequado, 2019 tem tudo para ser um excelente ano para o Athletico e talvez o time consiga confirmar as projeções e brigar na parte de cima do Brasileirão.