Educação  

Artagão Júnior e comitiva de Guarapuava reforçam a necessidade do Cense ao secretário Ney Leprevost

A construção do Centro de Socioeducação (Cense) em Guarapuava foi tema de reunião na Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, nesta segunda-feira (01). Com o terreno já definido, os esforços agora são no sentido de o Estado receber a doação oficial com a devida escritura e, na sequência, se inicie o projeto executivo.

“Essa é principal etapa a ser cumprida. Depois concentramos o trabalho no sentido de assegurar os recursos e iniciar de fato a obra”, disse o deputado Artagão Júnior e ex-secretário da Seju.

Artagão Júnior relembrou ao atual secretário Ney Leprevost que os recursos para a obra estavam assegurados via FIA (Fundo para Infância e Adolescência). “Tínhamos, através de entendimento com a Secretaria da Fazenda, R$ 85 milhões para serem gastos com obras da socioeducação, e Guarapuava estava incluída. A importância do Cense no município é consenso, incluindo o judiciário e o Ministério Público”, reforçou.

A juíza responsável pela Vara da Infância e Juventude da Comarca de Guarapuava, Rafaela Zarpelon, endossou as palavras do deputado. “Sabemos que o cense oferece um tratamento adequado aos jovens em conflito com a lei. Também reconhecemos a importância da família estar perto do menor que estiver cumprindo medida socioeducativa”, ressaltou a magistrada.

A previsão é que a estrutura de Guarapuava, com a capacidade para 90 vagas, tenha um investimento de aproximadamente R$ 20 milhões.

O secretário Ney Leprevost garantiu que, uma vez vencida a etapa da escritura do terreno, vai priorizar a viabilização dos recursos para a obra. “Temos consciência da necessidade do centro em Guarapuava e vamos achar uma forma para conseguirmos os recursos necessários”, enfatizou.

Também participaram da reunião a deputada Cristina Silvestri, o diretor do departamento de atendimento socioeducativo da secretaria, Coronel David Antonio Pancotti, a assessora técnica de arquitetura e urbanismo da secretaria, Olívia Martins Murara, o assessor do deputado Artagão Júnior, João Arco-Verde, e o secretário de Habitação e Urbanismo da prefeitura de Guarapuava, Flávio Alexandre.