INTERAÇÃO  

Acadêmica da FG aplica conhecimentos em prol da comunidade

Em breve, Maíra Brisolla Rubio será engenheira civil. Ela está no último ano do curso e se prepara para o mercado de trabalho praticando o que aprende em sala de aula

CRÉDITO. Assessoria

Recentemente a acadêmica participou da criação de um projeto para a ampliação e reforma de parte da estrutura do Colégio Estadual Bibiana Biencourt, localizado na Vila Jordão. O trabalho contou com a participação de outros acadêmicos e professores e foi feito sob a orientação e responsabilidade da professora Liliane Claudino Ferreira, Coordenadora do curso de Engenheira Civil, e inclui o projeto arquitetônico, hidráulico, estrutural, elétrico e orçamentário.

A obra prevê construção de um vestiário e arquibancada no ginásio de esportes: “todo o desenvolvimento de cálculos estruturais desse projeto, fechamento do ginásio e do refeitório que molhava quando chovia, fizemos o planejamento para fechar e ampliar a área coberta” enfatiza Maíra.

O apoio foi fundamental para o colégio pleitear a verba necessária à reforma junto ao governo do estado, pois não dispunha de recursos para contratar um profissional.

Maíra quer acompanhar as obras e ver suas idéias tomarem forma. Enquanto isso, se dedica a outro projeto. Desta vez, de iniciação científica.  Pensando nas situações de calamidade provocadas pela chuva em Guarapuava, principalmente os alagamentos, a aluna desenvolveu um sistema de captação e escoamento de água que evitará esses transtornos. O interesse surgiu nas aulas da engenheira ambiental profa. Clara P. Marques, orientadora da pesquisa. Segundo Maíra, a prática do que se aprende no curso permite ter outras perspectivas sobre o mesmo problema:
“Eu vou finalizar ate abril, depois disso quero publicar em revista científica, apresentar em um congresso e mais tarde, quem sabe, propor para a secretaria de obras da cidade”, finaliza.